Trabalhar na Irlanda é uma excelente opção para quem quer passar um tempo na Europa, ou qualquer lugar fora do Brasil. O país é bastante receptivo para estrangeiros, pois precisa de mão-de-obra, além de culturalmente ser aberto, quando comparado a outras países mais tradicionais para intercâmbio de brasileiros.

Então, se está pensando em passar um tempo fora ou até mesmo emigrar do Brasil, você provavelmente encontrou o seu lugar ideal!

Quer apostar? 🙂

Menu: TRABALHAR NA IRLANDA

Mercado de Trabalho? Brasil X Irlanda

Na avaliação do Eu na Irlanda, a ilha da esmeralda é uma lugar mais atraente para se trabalhar do que o Brasil. Os dos principais fatores são a facilidade de encontrar empregos, mesmo sendo um profissional com baixa qualificação, e o poder de compra que o salário mínimo permite no país.

Para saber mais sobre o poder de compra, leia aqui sobre o Custo de Vida na Irlanda.

Quem pode trabalhar na Irlanda?

  • Estudantes de Inglês em Cursos de 6 meses
  • Estudantes de Ensino Superior
  • Recém formados em curso de Ensino Superior
  • Profissionais qualificados com patrocínio de empresa
  • Residentes permanentes ou com dupla cidadania

A Irlanda, nas últimas décadas, cresceu muito economicamente, mas sua população segue bastante pequena com apenas 4 milhões de habitantes.

Por isso o país dá acesso à trabalho para várias nacionalidades, para aumentar a sua capacidade de mão-de-obra e poder seguir avançando economicamente.

Além dos Europeus, alguns países têm vistos de trabalho e estudo, como é o caso do Brasil.

Ou seja, se você não tem um passaporte europeu, não se preocupe. Com visto de estudante, você poderá trabalhar na Irlanda com alguns tipos de visto.

Vistos com acesso a trabalho na Irlanda

Stamp 2 – Visto de Estudante

Se você vai fazer cursos de longa duração de 8 meses pode ter acesso a este visto. O visto do cursos de inglês pode ser renovado 2 vezes.

O caminho mais comum é o curso de inglês de 6 meses + 2 meses de férias.

Framework Cursos Elegíveis para Visto 1g de Trabalho na Irlanda
Framework Cursos Elegíveis para Visto 1g de Trabalho na Irlanda

Stamp 1G – Visto de Recém Formado

Para quem faz cursos de Ensino Superior, após a formatura, tem direito a um visto de 1 ano de trabalho full-time.

Esta permissão é dada apenas para cursos Certificados NFQ Level 7 (gráfico abaixo).

Este visto é um incentivo para que profissionais qualificados fiquem no país.

Para o estudante, também é um caminho para se colocar no mercado de trabalho e imigrar para o país no futuro.

Stamp 1 – Permissão de Trabalho

Para profissionais qualificados a Irlanda oferece mais uma alternativa. Caso uma empresa entenda que você é o “o cara” para a vaga, o empregador por te patrocinar para o Work Permit que será válido enquanto você trabalhar na companhia.

Ou seja, o Stamp 1G é um bom caminho para este outro visto, pois a partir do momento que a empresa te conhece, estará mais suscetível a te patrocinar.

Para este tipo de visto, sua remuneração anual tem que ser de no mínimo €30,000.

Residência ou Dupla Cidadania

Quem tem passaporte Europeu também pode trabalhar na Irlanda.

Além disso, pessoas há certo tempo na Irlanda podem aplicar para a Dupla Cidadania (ou seja, ser brasileiros e irlandês) o que dará acesso a residência permanente e direito a trabalhar integralmente no país!

Conheça todos os Vistos para Irlanda

Quais os salários na Irlanda?

Salário Mínimo na Irlanda (2021)€ 10,20 / hora
Salário Mínimo por Hora na Irlanda

A Irlanda tem um dos maiores salários mínimos da Europa. Em um trabalho part-time (20h/semana) o salário seria aprox 800 euros, que é suficiente para pagar as contas durante seu intercâmbio na Irlanda e ainda sobra um pouquinho. 🙂

Para os famosos “subempregos”, que nada mais são que empregos de menor qualificação como garçom, faxineiro, auxiliar de cozinha, entregador de jornal etc., normalmente é pago o salário mínimo ou algo muito próximo.

Para profissionais com maior especialização, aqui vai uma lista de exemplos (Fonte.):

ProfissãoSalário por Hora
Garçom€10 a €12
Ajudante de Cozinha€10 a €12
Ajudante de Mercado€11 a €13
Auxiliar Administrativo Júnior€11 a €13
Recepcionista€11 a €15
Atendente de Call Centre€12 a €15
Desenvolvedor de Software€16 a €25
Gerente€20 a €30
Referências de Salário por Hora na Irlanda

Principais áreas para trabalhar na Irlanda

  • Hospitalidade
  • Tecnologia
  • Marketing
  • Contabilidade
  • Engenharia
  • Farmaceútica

Trabalhar na sua área de formação e especialização, é possível na Irlanda, mesmo com visto de estudante de inglês. Como disse antes, existe uma demanda reprimida, visto o tamanho da população e alguns incentivos do governo em alguns segmentos.

A área de Tecnologia, por exemplo, é um segmento com incentivo fiscal do governo e que atraiu grandes escritórios de empresas como Apple, Dell, Facebook, Google, IBM, Intel, Oracle e Microsoft, para citar alguns gigantes.

Além disso, com o BREXIT, muitas empresas de tecnologia estão deixando Reino Unido, sendo Irlanda e Holanda os principais destinos. A Farmacêutica conta também grandes empresas, como GSK e Pfizer.

Engenharia, Gerenciamento de Projetos, Contabilidade, Marketing e Recursos humanos são algumas atividades com boa oferta também, por falta de mão de obra qualificada no país.

No geral, existem oportunidades em diversos segmentos e é possível se alocar na sua área. A maior dificuldade, como sempre, é sempre em atividades muito técnicas que requerem especialização local, como saúde e advocacia.

Para intercambistas de inglês, trabalhar como garçom, baristas ou barthender, ajudante de cozinha, faxineiro, camareiro etc. são as opções mais comuns e com grande demanda.

Como encontrar emprego na Irlanda?

Como em todo lugar, a indicação é sempre o melhor caminho. Neste sentido, principalmente para os “subemepregos”, o que mais acontece é você conseguir uma vaga que alguém te indicou. A comunidade brasileira na Irlanda se ajuda muito neste sentido, abrindo portas uns para os outros!

Além disso, neste tipo de oportunidade, muitas vezes a forma mais eficiente é levar seu CV impresso no restaurante, mercado etc.

Se já quiser começar a pesquisar uma vaguinha para você, sejam em hopitalidade, varejo ou outros segmentos, vai aí alguns sites:

Cultura e regras de Trabalho na Irlanda

Trabalhar na Europa é bastante diferente de trabalhar no Brasil. Os europeus, no geral, são bem mais leves e menos estressados com prazos, assim como prezam muito pela qualidade de vida.

Por outro lado, no geral são bem mais focados em resultado e em trabalhar mesmo e menos “expansivos”. Ou seja, espere menos “breaks” para o cafezinho e até mesmo para o almoço. Em trabalhos de escritório, muita gente só busca um lanche e come na própria mesa, o que bem diferente do Brasil.

A outra parte interessante, são regras trabalhistas, que são muito diferentes da nossa. Aqui vão as condições mais relevantes e diferentes:

  • As férias podem ser quebradas em quantas partes quiser, eventualmente um dia por vez
  • Você pode tirar férias a qualquer momento, ou seja, não precisa esperar 1 ano
  • Horário de trabalho em escritório é 9h as 17h
  • Contrato de trabalho é bem mais flexível, pode variar a quantidade de horas semanais para cada caso
  • Dependendo do empregador você vai receber semanalmente, ou quinzenalmente ou mensalmente
  • Não tem 13º ou adicional de férias, então planeje-se!

Veja aqui mais sobre a cultura de trabalho na Irlanda.

Melhores cidades para se trabalhar na Irlanda

Os lugares com melhor oferta de vagas são também as maiores do país.

Dublin

A maior e mais movimentada cidade do país, principalmente na temporada de férias escolares no verão, tem bastante oferta de serviços na área de hospitalidade, restaurantes, bares, hotéis e assim por diante. Grande parte das empresas também está na região e, tanto para quem quer fazer trabalhos menos especializados, como quem quer trabalhar na área, pode achar boa oferta em Dublin.

A “grande Dublin” inclui outras cidades menores nas proximidades que também são centros urbanos importantes do país. Tais como Bray, Malahide, Ennis etc.

Cork e Região

Cork é a segunda maior cidade do país. Menos movimentada em termos de hospitalidade e turismo, mas também tem boa oferta de emprego especializado com empresas grandes.

Cobh, na região de Cork, Irlanda - Richard Mcall por Pixabay
Cobh, na região de Cork, Irlanda – Richard Mcall por Pixabay

Um “pequeno” exemplo, é o escritório da Apple. Se a oferta de trabalho é menor, pelo menos o custo de vida é menor também.

Além disso, a cidade e a região vem recebendo cada vez mais investimentos e empresas.

Galway

Fica do outro lado da ilha e é um dos lugares mais do país, pelo clima inspirador de Galway e pela oferta de turismo na região (como os impressionantes Cliffs of Moher). Por ser uma cidade turística, a região tem boa oferta em serviços de hospitalidade, principalmente no verão.

Além disso, nas proximidade há região incentivada com uma grande concentração de empresas.

Limerick

A cidade de Limerick é uma das maiores do país, mas ainda assim é pequena – 200 mil habitantes. Historicamente está vinculada ao agronegócio na Irlanda. Nas proximidades, Shannon, foi uma região incentivada e recebeu algumas empresas e até um aeroporto!

Quando morei na Irlanda, cheguei a fazer uma entrevista para uma empresa de Call Center em Shannon. De qualquer forma, a maior parte dos brasileiros por lá trabalham em pubs, restaurantes, como au pair ou atividades similares.

Por que trabalhar na Irlanda no seu intercâmbio?

Se você quer trabalhar fora do Brasil ou só estudar e já é maior de idade, a Irlanda certamente é uma excelente opção. É a alternativa mais barata e com acesso a visto mais fácil. Além disso, conseguir um emprego (ou “subemprego) na ilha da esmeralda, não costuma ser uma grande dificuldade.

Se você ainda tem dúvida que a Irlanda é o seu destino veja aqui mais de 15 motivos para escolher a Irlanda!

Pronto para embarcar para Irlanda? Preencha o formulário abaixo e fale com as melhores agências de intercâmbio para a Irlanda.